Pesquisa por voz! Saiba onde isso vai parar!

por christopherneiverth

23 de fevereiro de 2018

Android

Design

E-commerce

iOS

Tendências

Windows

                               Nenhum comentário

Se você já assistiu algum filme do “Homem de Ferro” deve se lembrar do seu assistente virtual inteligente de Tony Stark mais conhecido como o Jarvis.

Caso queira, relembre aqui:

Imagine se você tivesse um mini Jarvis, com pelo 1% da capacidade do que o tem o do filme.

Ele poderia executar tarefas como organizar pastas no computador, excluir algumas fotos repetidas, transcrever um artigo como este sobre pesquisa por voz, desligar a TV, ligar o ar condicionado, tocar a musica que você mais gosta e assim por diante.

Quero dizer a você que isso já existe, e pelo menos as maiores empresas do mundo está desenvolvendo soluções na área de pesquisa por voz, como a Amazon, Microsoft, Google e Facebook.

Continue lendo este artigo para saber mais sobre:

  • Pesquisa por voz no mundo
  • Diferenças entre a pesquisa escrita e pesquisa por voz
  • Como usar a pesquisa por voz em sua casa
  • Como a pesquisa de voz irá inovar seu negócio
  • Personalidade de um assistente virtual em sua pesquisa por voz

O mercado de pesquisa e comunicação nunca para. Dia após dia, surge uma inovação a ser incorporada para o uso pessoal, social ou ao marketing das empresas, para que elas se desejar possam oferecer uma experiência diferenciada a seus clientes.

E eu sempre gosto de lembrar que para você, que é responsável por um empreendimento, líder, empreendedor ou gestor, saber o que é tendência e o que está acontecendo de novo no mundo e no mercado é impreterivelmente uma obrigação para o desenvolvimento e a inovação do negócio, correto?

Neste caso, percebendo que uma das tendências mais aquecidas da atualidade é a pesquisa por voz, e eu acredito que sem dúvida esta tecnologia é uma das mudanças mais próxima a impactar as pessoas, por isso transcrevi abaixo alguns insights que eu obtive em algumas viagens e que podem te ajudar a conhecer melhor a tecnologia. Vem comigo…

Antes que você pense que isso está distante de todos, garanto que enquanto eu escrevo esse artigo tem um assistente virtual bem aqui do meu lado (Google Home Mini) vou falar mais dele posteriormente.

Meu Google Home Mini Assistente Virtual

Assim como você achava a 15 anos atrás que os celulares era algo de outro mundo e que você não iria precisar de um, te digo que isso é a mesma coisa.

Tudo isso começou com o Yahoo por volta de 2008 e logo depois disso veio o  Google Voice Search, anunciado dia 14 de junho de 2011.

Que na prática ao invés de você digitar sua pesquisa, bastava você clicar no ícone do microfone e falar.

Depois destas inovações, a pesquisa por voz evoluiu, migrando para smartphones com o Google Now, Siri com Apple, e interfaces como a Alexa on Echo e demais campos de atuação.

Em 2015 o Google anunciou a atualização do Google Now, onde o aplicativo traria respostas mais rápidas e precisas, incluindo o  sotaque dos usuários, junto de atualizações que aperfeiçoava a efetividade de captação de voz em ambientes com muito barulho.

Isso significa de que a pesquisa por voz tem a atenção das empresas e também está sendo utilizada pelos usuários.

Os seres humanos são animais sociais, adoramos conversar um com o outro. Normalmente, os estilos de conversação são informados por nossas personalidades, expressividade no tom de voz, nível de conhecimento, senso de humor, e assim por diante. 

Essas qualidades agora estão sendo aplicadas aos assistentes virtuais, as interfaces de conversação humano-máquina alimentadas por AI nos nossos smartphones, casas e carros.

Mas quem utiliza a pesquisa por voz hoje?

Em 2016 a SearchEngineLand.com realizou uma pesquisa onde mostra que através da Siri (assistente da Apple) foram realizadas mais de 1 bilhão de pesquisas por semana, já o Google aproximadamente 10% de todas as suas buscas eram realizadas através da pesquisa por voz.

Mas qual será o perfil desses usuários que estão utilizando a pesquisa por voz? Seria apenas jovens ?

Veja abaixo o gráfico mostrando a idade de quem mais estão utilizando a pesquisa de voz.

http://www.thriveanalytics.com/blog/?p=361

Já era esperando que os jovens  (entre 18 e 29 anos) seriam os que iriam utilizar mais esta funcionalidade, mas presta atenção e muita atenção na quantidade de usuários acima de 44 anos.

Já que essa funcionalidade da pesquisa de voz é relativamente nova, poucas pessoas ainda sabem usá-las. Esta outra pesquisa, diz que 40% dos usuários de smartphones começaram a usar a pesquisa por voz apenas nos últimos 24 meses.

Agora imagine o potencial das buscas por voz no futuro? A projeção é de que a pesquisa por voz possa representar 50% de todas as buscas realizadas.

Como e porque os usuários estão utilizando a pesquisa por voz?

“Ok Google, como está o transito hoje até a minha casa?”

Que todo mundo esta começando usar essa funcionalidade está ficando certo, mas estão utilizando para buscar o quê?

Em 2014 no blog oficial do Google, uma pesquisa mostra que 55% dos jovens já utilizavam a pesquisa por voz uma ou mais vezes por dia enquanto 41% dos adultos utilizam uma vez ou mais por dia.

pesquisa de voz no google - Pesquisa por voz! Saiba onde isso vai parar!
Blog Oficial do Google https://googleblog.blogspot.com.br/2014/10/omg-mobile-voice-survey-reveals-teens.html

A personalidade de um assistente virtual é definida pelas palavras, tom, estilo, dialeto e comportamento que usa. O objetivo de qualquer assistente virtual é estabelecer confiança, engajamento e satisfação dos usuários.

Um vídeo do Wuant, onde o Youtuber faz algumas brincadeiras e testes com a pesquisa de voz. Algumas dão certo e outras não o que gera um vídeo no mínimo engraçado, considerando que esse vídeo foi feito em 2014, vale a pena assistir:

Se você nunca utilizou a busca por voz, talvez não tenha imaginado que existe uma diferença bastante considerável entre uma busca escrita e uma pesquisa por voz.

A maioria dos usuários que vão pesquisar algo no Google utilizam poucas palavras.

Imagine que você queira saber como é a bandeira da Alemanha

Se você estiver no celular ou no computador ao pesquisar no Google, provavelmente você digitaria algo similar como “bandeira Alemanha” ou “bandeira da Alemanha”.

Agora se você utilizar a pesquisa por voz “provavelmente” você dirá: “Qual é a bandeira da Alemanha?” ou então “Como é a bandeira da Alemanha?”

Viu só, existe uma alteração no comportamento da sua busca ao utilizar a pesquisa por voz.

Se você nunca fez uma pesquisa por voz é muito provável que seu celular já possua um assistente pessoal. Atualmente os principais sistemas mobile já possuem essa funcionalidade integrada, como é o caso do Google Assistent (Android), Siri (Apple) e Cortana (Windows).

Em 2014 inicio do ano, foi lançado um filme chamado “Her” ou “Ela” na tradução para o Brasil. O filme conta a história de Theodore, um escritor adquiriu um novo software para seu computador e acaba se apaixonando pela voz e a personalidade do sistema operacional, garanto que o filme vai te surpreender.

Assisti a pouco tempo e recomendo. Olha o trailer abaixo para ter uma ideia:

Agora que essa tendência está mais clara, além do crescimento do uso de dispositivos móveis (celulares e tablets) que só tende a aumentar o mundo compartilha os novos gadgets da pesquisa por voz para a sua casa.

980x - Pesquisa por voz! Saiba onde isso vai parar!

Hoje temos diversas opções para ter um assistente pessoal em nossa casa, mas a pergunta que fica é:

O que um Assistente Virtual faz ?

Atualmente temos o Google Home e o Google Home Mini do Google, a Alexa da Amzon, Siri da Apple e diversos outros modelos disponíveis.

Ele ainda não deve estar na sua casa, mas de uma forma bem resumida é um tipo de alto-falante fofo e inteligente (em inglês, smart speaker) e tudo indica que será o seu eletrônico favorito muito em breve. 

Só esse aparelho do Google foram mais de 24 milhões de unidades vendidas no ano passado nos Estados Unidos, segundo o site de análises de mercado “Strategy Analytics”

Esses aparelhos como o Amazon Echo e seu maior concorrente, o Google Home, são uma espécie de caixinha de som que fica no meio da sala. Mas não é só isso: elas possuem assistente virtual e obedecem a comandos de voz. Ou seja, você fala e o aparelho te responde coisas, como:

  • “vai chover?”
  • “quais são as minhas reuniões de hoje?”
  • “que horas o restaurante X abre?”
  • “que filmes estão em cartaz?”
  • “quanto é 2+2?”
  • “que horas são em Nova York?…

 

Ele funciona como rádio, despertador, agenda, mapa, secretária… Sim, exatamente como já fazem a Siri, nos iPhones, e o Google Assistente, nos Androids. O Google Home e o HomePod da Apple (que sairá neste ano) usam os mesmos sistemas dos celulares, e o Amazon Echo tem a Alexa.

A grande vantagem dos alto-falantes inteligentes é interagir com os eletrodomésticos da sua casa e executar tarefas, como acender luzes e termostatos, fazer ligações telefônicas para a família inteira ouvir, checar o que falta na geladeira smart, avisar que a porta do freezer ficou aberta, apitar quando terminar o ciclo da máquina de lavar as roupas ou mostrar na sua TV a imagem da babá eletrônica. É a chamada internet das coisas.

A lista de possibilidades é grande e segue crescendo. O Google tem uma página (em inglês) só para descrever todas elas da uma olhada: https://assistant.google.com

Além de integrar um monte de coisas de smartphones recentes, o Google Home em breve funcionará muito melhor com serviços de entretenimento.

Começando pela música. Spotify, Soundcloud, Deezer e outros em breve trabalharão em conjunto com o Google Home. E, mesmo que você achasse que isso já fosse possível, agora o Google Home tem suporte para conexões Bluetooth, então você poderá conectar outros dispositivos ao seu Google Home.

Uma atualização para o Chromecast transforma sua TV em um display para o Google Home. Isso significa que você pode perguntar para o Google Home sobre sua agenda pela manhã, e um calendário vai aparecer na sua tela. Você também pode perguntar ao Google sobre a previsão do tempo e, como você deve ter adivinhado, a previsão aparecerá em sua TV, assim como solicitar videos no youtube e abrir filmes da netflix.

Google Home Demo:

Amazon Echo:

Como o artigo não tem o intuito de analisar qual é o melhor não vou detalhar esses pontos, apenas friso e digo sempre: Experimente, teste, antes feito do que perfeito.

Quero um Assistente Virtual, e agora?

Lá nos EUA, um Google Home custa US$ 129 (R$ 437 na livre conversão), US$ 49 (R$ 166) na versão Mini. O Amazon Echo custa US$ 100 (R$ 339).

Encontrei algumas opções também no mercado livre custando mais de R$200,00 porém ainda não tem previsão para a chegada deles chegar ao Brasil. Segundo o próprio Google, só importando por ora. 

Eu comprei o meu Google Home, e ele entende os comandos apenas em Inglês, mas digo que vale muito a pena, é muito legal o quanto isso acelera o seu processo de inovação a estar por dentro dessas novas tecnologias.

E qual será o futuro da pesquisa por voz?

Provavelmente será um futuro com muitas adaptações por parte de nós usuários e dos softwares. Adaptação porque toda novidade causa um pouco de preservação e desconforto em um primeiro momento, mas não existe evolução sem mudança.

Estamos cada vez mais próximo de termos nosso próprio “Jarvis”, e eu estou animado com isso.

E garanto que a pesquisa por voz, pode ser usado agora a favor do seu E-commerce, ou do seu negócio local e até mesmo em seu telefone comercial.

Agora me diz, o quanto você vai usar sua voz nas pesquisas?

Se você gostou do conteúdo, deixe seu comentário.

Obrigado por chegar até aqui… espero que tenha aproveitado, até o próximo artigo.

 

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *